NOVO NORMAL?

Com uma retomada ainda não muito clara, todos precisaram se transformar muito rapidamente para manterem suas rotinas de produção a fim de garantir sua própria existência no mercado. Algumas cidades brasileiras começam a se adaptar ao chamado “novo normal”. Mas, o que significa este termo de forma prática

Ter que reduzir custos e, por isso, demitir. Em muitos casos, isso tem sido e será necessário para a manutenção da competitividade. Porém, é essencial que as demissões sejam realizadas com total respeito e empatia. É preciso cuidado para não transformar as pessoas apenas em números, dissociando-as de toda carga emocional que nos une enquanto seres humanos.

Esta pandemia, com certeza, nos levou a repensarmos muitas coisas, inclusive modus operandi, até então considerados normais, mudaram. Portanto, é preciso reaprender a ouvir, avaliar e encontrar formas de se relacionar adequadamente com todos os atores do
nosso segmento.

Não existe uma fórmula mágica para lidar com a pandemia e todos os seus desdobramentos, mas ter ciência de que a mudança é inevitável já nos coloca a um passo à frente. Vivemos um novo cenário, com uma nova realidade e devemos pensar também em um novo futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.